A importância da música na educação infantil

A importância da música na educação infantil
Olá! No artigo de hoje nós vamos conhecer e desvendar  a importância da música na educação infantil. Você está preparado?
Musicar é um verbo, todo mundo sabe. E eu tenho certeza que você lembra bem das primeiras professoras de gramática, na época escolar, explicando que verbo é uma ação, um ato e pode-se dizer até, um movimento.
Movimento é o que faz a bailarina, com seus pliés e seus adágios. Mas é também, o que você faz com o pé, no ritmo daquela música que toca no escritório, no elevador, na festa da faculdade e desde a época da escola.
A reação ao ritmo é completamente nata e, segundo a Academia Brasileira de Neurologia:

 “Ouvir música já não é apenas algo que se faz por gosto: é também uma experiência que beneficia à saúde e o corpo humano”. (clique para ler mais)

Ou seja, você não escolhe e talvez até nem goste do que está tocando em determinado ambiente, mas seu corpo acaba por se mover.
Isso acontece porque nós somos formados por um monte de verbos. Nossas rotinas se fazem com uma gigantesca gama de ações, grandes e pequenas, que dão cores e sons ao nosso dia. E uma delas, que talvez passe despercebida, é a atitude de musicar.
Envolver-se com música, é algo que se faz de forma natural. Basta colocar uma música suave ao lado do berço de um bebê e ele dorme.
Ela acalma, acalenta e relaxa, com suas notas perfeitas de ninar!
Ou, na ida para a escola, coloque uma música animada e observe que os pequenos rapidamente estarão cantando junto, movimentando no ar suas lancheiras coloridas com adesivos brilhantes.
Mas, se a música é tão natural ao nosso corpo e mente, porque deixamos de dar atenção à musicalização de nossas crianças?

Seu Filho Tocando Piano em 30 Dias?

Clique aqui e descubra como!

Seus filhos estão expostos a música, queira você ou não!

Seus filhos estão expostos a música, queira você ou não!
Quando falamos em nossos filhos, sempre nos preocupamos, sabiamente, com casacos e gorros contra a chuva e os resfriados, ensinamos a escolher o que comer e como escovar os dentes, atentamos com a tabuada e o alfabeto…
Mas, esquecemos de dar destaque merecido aquela que tanto fala e diz sobre a gente: a música.
As crianças, desde sempre, estão expostas a uma infinidade de canções, jingles, comerciais e ruídos.
Eles aprendiam, ainda pequenos, a virar o disco (literalmente), dar play no walkman do irmão mais velho, conectar os fones ao Ipod, Mp3 e, atualmente, pesquisar músicas no Spotify.
Enquanto você segue ouvindo os mesmos sons dos anos 80, os pequenos são esponjinhas abertas, prontas para absorver todo o repertório ao redor.
Amam música e por isso você compra, mesmo antes que eles tenhas nascido, carrinhos, pianinhos e caixinhas que piscam luzes, tocando a música: “o velho Mc Donald tinha uma fazenda, ee-I-ee-I-o”.
E eles repetem sem parar, com suas bochechas rosadas e palminhas batendo.
Você filma, acha lindo e não percebe o potencial musical que existe na cena diante dos seus olhos.
Mas, conforme os anos vão passando, os dentinhos vão caindo, as roupas aumentando de tamanho e você acaba esquecendo de educar musicalmente seu filho.
Com isso, ele cresce sem critério ou instrução musical, num mundo que, querendo você ou não, é todo musical.
E, acredite: muitos pais passam a vida inteira sem notar que seu filho poderia ser um excelente instrumentista ou cantor, se tivesse tido o incentivo correto.

A importância da música na educação infantil: aprendizado

A importância da música na educação infantil: aprendizado
Além dos benefícios de prazer e bem estar que a música traz, ela é uma importante aliada nos processos de aprendizagem.
Afinal, quem nunca usou música para estudar?
Todos, em algum momento, ensaiamos melodias para decorar fórmulas matemáticas, capitais de países, tabelas periódicas, entre outras coisas.
Porém, a música pode ter um papel muito mais importante na educação infantil.
Ela comprovadamente auxilia nos processos de raciocínio lógico e concentração, por isso a importância da música na educação infantil.
Falando em raciocínio lógico, a matemática e a música andam lado-a-lado, você sabia?
Qualquer estudante de algum instrumento, conhece bem as “fórmulas” da divisão rítmica.
Além disso, estudos da Neuropsicologia hoje, apontam o sucesso da inclusão musical nas escolas, por exemplo.
De acordo com Aurilene Guerra, mestre em neuropsicologia e professora de Universidade Federal de Pernambuco (UFPE):  

“No contexto escolar, a música tem a finalidade de ampliar e facilitar a aprendizagem do aluno, ela favorece muito o desenvolvimento cognitivo e sensitivo, envolvendo o aluno de tal forma que ele realmente cristalize na memória uma situação.” (leia aqui)

Ou seja, a música não é apenas um paliativo ou uma forma de entretenimento.
Ela é também uma ferramenta poderosa, que pode e deve ser utilizada pelos pais, para o desenvolvimento das capacidades dos seus filhos.
A importância da música na educação infantil vai muito além de notas musicais!
Ela envolve, principalmente, a formação social de um ser humano, nesse caso, de uma criança.
Como virar as costas e ignorar isso?

Música é arte e arte é matéria reflexiva

Música é arte e arte é matéria reflexiva
Quando um quadro é pintado, um poema é escrito, uma fotografia é tomada ou uma obra é composta, elas são feitas dentro do espírito do artista que as cria.
Mas a beleza da arte, é que elas não precisam ser recebidas da mesma forma.
Ou seja, é o nosso poder de reflexão que faz com que tiremos as próprias conclusões daquilo que os sentidos nos apresentam.
Então, quando você ouve uma determinada música, de alguma forma recebe, reflete, matura e a expressa.
O mesmo acontece com as crianças!
Fora os benefícios psicológicos e pedagógicos já mencionados, a musicalização dos pequenos é instrumento de grande valor na construção da filosofia de vida pessoal deles, e por consequência, do caráter também.
A música estimula o senso crítico, a análise e a interpretação.
A prova disso é a existência de canções lendárias que são recicladas e embalam momentos completamente diferentes daqueles os quais talvez, propusera o artista.
Você pode ouvir, cantar ou tocar algo, e reproduzir neste ato, suas próprias visões e expectativas de Mundo.
Esse é o poder incrível de falar por nós, que a música tem.

Conheça a forma mais eficaz do seu filho aprender piano…

Acesse agora e saiba mais!

Como, então, incluir a música na rotina do meu filho?

Como, então, incluir a música na rotina do meu filho?
Se você leu este artigo até aqui, provavelmente já está buscando uma forma de colocar seus pequenos em contato com a música.
A importância da música na educação infantil envolve, de uma forma geral, o estudo de instrumentos musicais.
A prática de tocar instrumentos musicais, é uma excelente maneira de musicalizar suas vidas.
Não existe casa triste com uma boa roda de violão no quintal ou com um piano ressoando na sala e se existe, bem, uma canção alegre pode melhorar tudo.  
O estudo musical vai trazer ao seu filho momentos de prazer e contemplação.
Ele não apenas ampliará seu leque de conhecimentos, como compreenderá a importância de valores básicos, como: disciplina, persistência e humildade. 
Quanto a idade para aprender um instrumento, a aproximação já pode ser feita ainda nos primeiro meses e a evolução pode acompanhar os mesmos degraus da alfabetização.
Antes da alfabetização, brincadeiras lúdicas com chocalhos e canções são muito bem vindas.
Aproximar a criança de instrumentos musicais, irá despertar tanto a curiosidade e por consequência o interesse pelo estudo.

Concluindo: A importância da música na educação infantil

Concluindo: A importância da música na educação infantil
A medida que o seu filho for estudando e evoluindo em todos os sentidos, você vai entender na pela a importância da música na educação infantil.
Então, não deixe para amanhã! Inclua hoje a música no dia-a-dia dos seus filhos e da sua casa. 
Conheça mais sobre o nosso poderoso método de estudo infantil: Piano Kids.
Com isso, nós ficamos por aqui!
Um forte abraço e até a próxima,
Equipe Aprenda Piano

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

VAMOS APRENDER TECLADO DE FORMA EMPOLGANTE?

Destrave o seu talento musical com este guia completo!

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Ramon Tessmann

Desde o início de sua trajetória, Ramon se mostrou inconformado com seu aprendizado musical. Começou sua carreira em 1991 e alcançou crescente notoriedade através de sua escola Aprenda Piano, que conta hoje com mais de 20 mil alunos em 17 países. Depois de longos anos, sua busca incessante originou um método de ensino musical de alto resultado que ele compartilha no treinamento Extraordinários.