Como ler a Bíblia

JUNTE-SE A MILHARES DE PESSOAS

Receba devocionais de sabedoria direto em seu email. É 100% grátis!

Como ler a Bíblia

Como ler a Bíblia? Existe uma maneira “certa” de ler a Bíblia? Por onde começar? Quais são as melhores versões e traduções? Devo seguir um plano de leitura? É possível entender a Bíblia estudando sozinho? A Bíblia é a palavra de Deus para as nossas vidas?

Frequentemente, recebo perguntas como essas no meu Instagram e demais redes sociais. Para respondê-las, decidi escrever este artigo e assim posso ajudar a elucidar as maiores dúvidas sobre o assunto.

Por questões didáticas, resolvi dividir o texto em pequenas seções que respondem as principais dúvidas que recebo.

Vamos começar com a seguinte questão: “Por que ler a Bíblia?”

Por quê ler a Bíblia?

A Bíblia é uma fonte inesgotável de todas as verdades. A existência da Bíblia é a maior bênção que a humanidade jamais experimentou.

Immanuel Kant

Essa frase de Kant resume bem o que alguns dos grandes heróis da história da Igreja pensam a respeito da Bíblia: ela é uma das maiores bênçãos que a humanidade recebeu.

A Bíblia constitui o conjunto de livros e palavras que Deus quis que ficasse registrado e preservado para guiar nossa jornada aqui na terra.

Selecionei cinco motivos (dos vários que existem) para você ler a Bíblia. Preste atenção:

#1 A Bíblia nos apresenta Cristo

A Bíblia nos apresenta Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador. Através dela podemos saber a respeito de Cristo e de sua obra em nosso favor. Observe este texto:

Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.

João 14:6

Outra referência importante:

E não há salvação em nenhum outro, porque debaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos.

Atos 4:12

Por isso, a Bíblia é tão necessária ao pecador. Ela apresenta Cristo de forma clara para que o pecador possa aprender sobre Ele, crescer no conhecimento e poder seguir seus passos, imitando seu modelo de vida.

De todas as formas possíveis, Deus escolheu que a história de Cristo fosse registrada fisicamente em textos e assim ser transmitida de geração em geração.

#2 A Bíblia aponta o caminho

Desde o Pecado Original a humanidade ficou perdida e sem rumo. O caminho do homem era um caminho de perdição. Então, Deus vem ao nosso encontro com um plano de salvação, que é extraordinariamente revelado pela Bíblia.

Assim, outra forte razão para você ler a Bíblia é que ela aponta o caminho que devemos andar. Ela não só conta a história de como tudo aconteceu, mas indica com clareza por onde devemos caminhar.

Observe neste alerta de Deus presente no livro de Oseias:

Meu povo foi destruído por falta de conhecimento.

Oséias 4:6

Veja como é importante ler a Bíblia. A falta de conhecimento espiritual nos faz andar por caminhos errados, o que fatalmente termina em destruição.

Se você não quer trilhar por caminhos duvidosos e sofrer consequências ruins precisa ler e obedecer o que está escrito na Bíblia. Desconhecer as Escrituras é viver no risco, à beira do precipício e da destruição.

#3 Proteção contra as heresias dos falsos mestres

Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo.

Atos 17:11

O conhecimento bíblico nos protege dos falsos mestres e dos seus ensinamentos perniciosos. O cristão que não estuda a Palavra tratando-a com negligência torna-se um alvo fácil dos lobos que devoram o rebanho.

Cito como exemplo o avanço da Teologia Liberal, que no século dezenove começou relativizando a autoridade bíblica, mas que ainda hoje mostra seus laços maléficos, enredando os incautos.

Um cristão que não está firmemente fundamentado no conhecimento das Escrituras pode cair em armadilhas heréticas e passar a viver ensinamentos que passam longe do verdadeiro Evangelho. Tudo isso pode se traduzir em ceticismo, dúvidas, crises de fé, confusão, partidarismos e uma série de outros males no Corpo de Cristo.

Estudar a Bíblia com responsabilidade faz você enxergar de longe as armadilhas dos falsos mestres.

#4 Sabedoria prática

Os teus mandamentos me tornam mais sábio que os meus inimigos, porquanto estão sempre comigo.

Salmos 119:98

A Bíblia também nos traz conselhos práticos para o nosso dia a dia. Ela não nos traz apenas informações acerca das coisas eternas e da vida no porvir.

Ela também nos presenteia com uma série de princípios práticos que podem ser aplicados por qualquer pessoa para ter mais sabedoria e evitar problemas desnecessários.

#5 Prosperidade de vida

Bem-aventurado é aquele que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Pelo contrário, o seu prazer está na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite. Ele é como árvore plantada junto a uma corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo o que ele faz será bem-sucedido.

Salmos 1:1-3

Conhecer e obedecer à Bíblia nos “conforma” à vontade Deus fazendo com que tenhamos uma vida mais próspera e feliz. Obviamente, quando falo em prosperidade não me refiro a dinheiro ou fama, como erroneamente se pensa.

Me refiro a uma vida alinhada à vontade e aos propósitos de Deus, o que traz um sentimento de alegria, paz e plenitude. É dessa forma que um cristão pode passar por tribulação e mesmo assim não perder a alegria (Tg 1.2-4).

Ler a Bíblia com sinceridade impulsiona você a valorizar as coisas certas, lhe motivando a ter um relacionamento saudável com Deus e com as pessoas. Isso proporciona uma pródiga colheita de bons frutos na vida. É assim que uma pessoa bem alinhada com os princípios bíblicos alcança êxito em tudo o que põe a mão.

O salmista tinha razão quando disse que bem-aventurado é o que medita na lei do Senhor. Ler e praticar no que a Bíblia diz é certeza de boa colheita!

É possível entender a Bíblia?

Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas dos sábios e instruídos e as revelaste aos pequeninos.

Mateus 11:25

Uma das grandes objeções de quem se opõe à leitura da Bíblia é essa: será que é possível entender a Bíblia?

Normalmente, esse tipo de objeção vem acompanhada por outras similares: será que a Bíblia não é só para os grandes mestres, intelectuais ou pessoas especiais da igreja? Os leigos podem estudá-la? O que fazer diante de passagens difíceis? Como aplicar os diferentes tipos de ensinamentos no meu dia a dia?

Para responder a essas questões de forma direta: SIM. É possível entender a Bíblia e ela está disponível para o estudo de qualquer pessoa que tenha um interesse honesto por conhecê-la.

É claro que, por causa da sua profundidade, a Bíblia contém textos obscuros, de difícil interpretação. Tais textos estão em debate desde a formação do cânon sagrado. Contudo, boa parte do seu conteúdo é de fácil entendimento e aplicação no dia a dia.

Alguém que está começando a ler a Bíblia hoje pode abrir no Evangelho de Mateus ou em Provérbios e entender perfeitamente vários ensinamentos. Por outro lado, pessoas mais experientes e grandes mestres precisam se debruçar sobre algumas partes por décadas e séculos para compreender temas mais profundos. Isso só mostra o quão rica a Bíblia é!

Nunca se esqueça, entretanto, que a Bíblia é um livro para todos!

A inerrância da Bíblia

Antes de prosseguirmos, é importante falarmos brevemente sobre a inerrância da Bíblia porque uma das perguntas recorrentes é: A Bíblia não foi escrita por homens? Por que ela é considerada Palavra de Deus?

A tradição cristã crê que a Bíblia é absolutamente confiável e não possui contradições. Ela não falha, pois, os “homens falaram da parte de Deus” (2 Pe 1:20,21) e “Toda a Escritura é inspirada por Deus” (2 Tm 3:16-17).

O fato de Deus ter inspirado a Bíblia garante sua inerrância, o que inclui os livros do Novo Testamento, que já circulavam nas igrejas dos primeiros séculos como palavra de autoridade.

Várias das supostas contradições normalmente são confusões de tradução, de erros de cópias e de diferenças culturais. Outras, podem ser facilmente explicadas pelo contexto e pela lógica (há excelentes livros sobre isso).

Naturalmente, a inerrância se refere aos escritos originais. Não inclui as traduções, compilações e cópias. Por isso, é importante valorizar as línguas originais (hebraico e grego).

Particularmente, pela sua importância para a Igreja, penso que o processo de produção, preservação e transmissão da Bíblia que temos hoje foi conduzido pelo Espírito Santo (Jo 14:26).

Portanto, ela é inerrante, confiável e perfeitamente suficiente para entendermos o plano de Deus para a humanidade.

A organização da Bíblia

Saber como estudar a Bíblia passa por conhecer sua organização. A Bíblia não é um livro como qualquer outro que você tem na sua estante. Ela é uma coleção de livros que “conversam” entre si, contando a mesma história como num grande quebra-cabeças. Por isso, é importante entender sua organização.

Na Bíblia protestante temos 66 livros que foram categorizados por gêneros literários. É necessário frisar que os livros não estão em ordem cronológica, ou seja, os textos não trazem relatos dos acontecimentos na ordem em que aconteceram.

Por essa razão, para quem está começando não recomendo ler a Bíblia de Gênesis à Apocalipse (de capa a capa), pois isso poderia passar a ideia de ordem cronológica e trazer confusão na leitura.

Dito isso, vamos ver como a Bíblia está organizada:

Divisão da Bíblia

A Bíblia é dividida em duas grandes seções, onde foram agrupados os 66 livros. A primeira seção é o Antigo Testamento (ou Velho Testamento). A segunda seção é o Novo Testamento.

Os livros do Antigo Testamento são:

  • Pentateuco: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio.
  • Livros Históricos: Josué, Juízes, Rute, I e II Samuel, I e II Reis, I e II Crônicas, Esdras, Neemias e Ester.
  • Livros Poéticos: Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cantares.
  • Profetas Maiores: Isaías, Jeremias, Lamentações, Ezequiel e Daniel.
  • Profetas Menores: Oseias, Joel, Amós, Obadias, Jonas, Miqueias, Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias.

Os livros do Novo Testamento são:

  • Evangelhos: Mateus, Marcos, Lucas e João.
  • A História da Igreja: Atos dos Apóstolos.
  • Epístolas ou Cartas Apostólicas: Romanos, I e II Coríntios, Gálatas, Efésios, Filipenses, Colossenses, I e II Tessalonicenses, I e II Timóteo, Tito e Filemon. Já as 8 cartas restantes foram escritas por outros autores. São elas: Hebreus, Tiago, I e II Pedro, I, II e III João e Judas.
  • Revelação: Livro de Apocalipse.

Escolhendo sua Bíblia

Escolhendo uma Bíblia

Uma coisa que provavelmente você já sabe, mas que não custa repetir: a Bíblia não foi escrita em português. Hebraico e Grego são as línguas dominantes. Agora, imagine que ao longo da história os documentos originais foram traduzidos e copiados para os diversos idiomas e atualizados conforme as mudanças idiomáticas.

Por essa razão, você encontra uma infinidade de traduções e versões bíblicas em todo mundo, desde versões mais arcaicas até as versões mais modernas, com linguagem mais atual. Além disso, você tem as “interpretações”, que são as versões que tentam explicar o significado do texto, em vez de simplesmente traduzi-lo, como a Bíblia NTLH (Nova Tradução Linguagem de Hoje).

Apesar das críticas de cristãos mais experientes, a ideia desse tipo de material é facilitar o estudo de quem está iniciando. Recomendo, entretanto, que versões com linguagem muito fácil que comprometem a profundidade do texto sejam usadas apenas de forma temporária.

Diante desse cenário, muitas pessoas têm dúvida sobre qual Bíblia escolher para iniciar as leituras. Se você tem essa dúvida, vou dar algumas sugestões a seguir.

Traduções fáceis da Bíblia

Depois de pesquisar a opinião de alguns cristãos experientes, listo quatro versões de Bíblia para quem está iniciando os estudos. São elas:

  • A Mensagem (Eugene Peterson).
  • NTLH (Nova Tradução na Linguagem de Hoje).
  • NVT (Nova Versão Transformadora).
  • Bíblia Viva.

Um detalhe importante é que algumas versões, como A Mensagem ou a NTLH, não são traduções, mas “explicações” de terceiros sobre as passagens bíblicas. Como já mencionei, a ideia dessa abordagem é explanar os textos bíblicos com uma linguagem extremamente simples e atual. É uma espécie de interpretação da tradução para a linguagem mais acessível possível.

O problema é que em muitos casos não se trata mais de Bíblia, mas de interpretações da Bíblia, o que pode comprometer o texto. Assim, normalmente recomendo esse tipo de material apenas para quem nunca leu a Bíblia e está começando os estudos.

Após certa experiência, recomendo que você adquira uma Bíblia mais clássica traduzida dos originais sem que seja uma “interpretação da tradução”.

Bíblias de estudo

Para quem quer contar com recursos adicionais na hora de estudar, recomendo a aquisição de uma Bíblia de estudo. Tais publicações trazem comentários, mapas, dicionários, chaves entre outras ferramentas para ajudar no estudo bíblico.

Seguem algumas sugestões:

  • Bíblia de Estudo NAA.
  • Bíblia de Estudo NVT.
  • Bíblia de Estudo Vida.
  • Bíblia de Estudo John Maccarthur.
  • Bíblia de Estudo NVT.
  • Bíblia de Estudo King James.
  • Bíblia de Estudo Plenitude.
  • Bíblia de Estudo Drake.
  • Bíblia de Estudo Esquematizada.

Como ler a Bíblia em um ano?

Ler a Bíblia inteira em um ano é o desejo de muitos cristãos. Por isso, decidi falar um pouco sobre isso neste artigo.

Matematicamente falando, se você ler de três a quatro capítulos por dia conseguirá ler a Bíblia inteira em um ano.

Dependendo da sua velocidade de leitura, isso pode demandar de cinco a vinte minutos por dia. Se você tiver o mínimo de organização e disciplina, não será uma tarefa difícil.

Preparei algumas simulações para facilitar seu planejamento:

  • Se você ler 1 capítulo por dia, você lerá a Bíblia em 3,3 anos.
  • Se você ler 2 capítulos por dia, você lerá a Bíblia em 1,6 anos.
  • Se você ler 3 capítulos por dia, você lerá a Bíblia em 1,08 anos.
  • Se você ler 4 capítulos por dia, você lerá a Bíblia em 10 meses.
  • Se você ler 5 capítulos por dia, você lerá a Bíblia em 8 meses.
  • Se você ler 8 capítulos por dia, você lerá a Bíblia em 5 meses.
  • Se você ler 20 capítulos por dia, você lerá a Bíblia em 2 meses.

Com as informações acima você pode planejar melhor as suas leituras. Um desafio grande pode ser vencido mais facilmente se você quebrá-lo em pequenas partes. O segredo é paciência, disciplina e perseverança.

Uma vez que você começar, não pare até ter concluído!

Como ler a Bíblia: 12 conselhos úteis

Plano de leitura Bíblica

#1 Entregue sua vida a Cristo

Ora, a pessoa natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura. E ela não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.

1 Coríntios 2:14

A Bíblia trata de coisas espirituais que muitas vezes não estão acessíveis ao entendimento humano. De fato, do ponto de vista humano muitos ensinamentos bíblicos são considerados loucura. Há uma simples razão: o ideal humano está muito distante do ideal divino. Assim, você vê muitas pessoas inteligentes que não entendem/aceitam as verdades bíblicas e as consideram tolice.

Para entender a Bíblia, a primeira coisa é sinceramente entregar sua vida a Jesus Cristo. Tudo será mais fácil com a ajuda do Espírito Santo, pois sem Ele seu entendimento está limitado. Uma pessoa carnal não pode discernir as coisas espirituais, por mais genial e esperta que seja. Por outro lado, uma pessoa simples, humilde e sem grande capacidade intelectual pode entender verdades profundas se Deus “abrir os seus olhos”. Aos pés de Cristo tudo muda.

Não foi assim com o Nicodemos, que não conseguia compreender coisas que discípulos menos capazes entendiam (Jo 3:10)? Portanto, você não precisa de muitos artifícios para entender grandes verdades da Bíblia. Você precisa de Jesus!

#2 Tenha Humildade

Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas dos sábios e instruídos e as revelaste aos pequeninos.

Mateus 11:25

A humildade é um dos ingredientes indispensáveis quando você estuda a Bíblia. A falta de cuidado e a soberba na interpretação podem levar você a tirar conclusões precipitadas e a tomar decisões erradas, supostamente baseadas na Bíblia! Infelizmente, há muitas coisas ruins sendo cometidas em nome de Deus.

Um dos grandes perigos é você ler o texto bíblico sem muito cuidado e pensar que entendeu tudo o que o texto quer dizer. É assim que nascem as grandes discussões bíblicas na internet. Muitas vezes, são dois cristãos com pontos de vistas diferentes e, não raro, os dois estão errados!

Portanto, cuide com o pensamento: “Ah! Isso eu já entendi”. Não faça isso. Leia a Bíblia com muita humildade. Não fique soberbo por alguma coisa que você entendeu e que supostamente outras pessoas ainda não entenderam. Jamais se orgulhe por “dominar” a Bíblia. Esse não é o objetivo.

Acima de tudo, sua leitura pessoal é para transformar você. Portanto, tenha humildade e reverência diante do texto bíblico.

#3 Tenha Disciplina

Uma vez que você se propõe a estudar a Bíblia, tenha disciplina. Não comece hoje para desistir amanhã. Leia com frequência, de preferência, diariamente. Não fique longos intervalos sem ler, senão você perde o ritmo.

Enxergue o aprendizado bíblico como um tesouro que você tem que desenterrar. O processo pode ser difícil e cansativo, mas a expectativa de pôr as mãos no tesouro aumenta a cada vez que você cava. Tudo vale a pena quando você descobre completamente o tesouro e pode pôr as mãos nele.

Assim é descobrir os tesouros da Palavra de Deus. Quanto mais você cava, mais tesouros você acha. Contudo, se você não tiver disciplina e desistir nos primeiros dias, perderá a chance de acessar grandes preciosidades do mundo espiritual.

#4 Defina um horário

Defina um horário fixo no seu dia para leitura bíblica. Uma das melhores decisões para você implantar um novo hábito é praticar uma certa atividade no mesmo horário todos os dias. Faça o mesmo com o estudo bíblico. Defina um horário e o tempo de estudo e evite falhar.

Não importa se você tem quinze ou quarenta minutos disponíveis por dia. Simplesmente, adéque sua rotina para obedecer ao tempo que você definiu para estudar a Bíblia.

Além do horário, prepare muito bem o local de leitura. Defina um lugar que seja inspirador, um lugar que você terá prazer em estar. Um local calmo, silencioso e confortável na sua casa. Ele será o seu “local de estudo e oração”. Não adianta tentar estudar a Bíblia com a TV ligada ou o cachorro latindo do lado. Vai ser difícil se concentrar.

Defina o melhor horário e local para você ler a Bíblia e você tirará melhor proveito dos estudos.

#5 Você não vai entender tudo de primeira

Pois ainda não tinham compreendido a Escritura, que era necessário que ele ressuscitasse dentre os mortos.

João 20:9

Essa é a dura realidade que todo leitor da Bíblia se depara: não dá para entender tudo na primeira leitura. É necessário paciência.

A Bíblia contém riquezas em tantos níveis que você pode ler um texto por cem vezes e nas cem vezes aprender algo novo. O que mais acontece é você meditar em um texto que já conhece bem e se deparar com uma nova compreensão sobre ele e pensar: “Como eu não tinha visto isso antes?”

Salomão escreveu que há tempo para todas as coisas. Concordo. Por isso, creio que há tempo adequado para você entender certos textos bíblicos.

Acho incrível o que Jesus falou nessa passagem:

O que eu faço você não compreende agora, mas vai entender depois.

João 13:7

Ela mostra que nem sempre é o tempo certo para você entender determinada passagem bíblica. Tem entendimento que só virá com o tempo (com ajuda do Espírito Santo e com ajuda de pessoas mais experientes). Nem por isso você deve desanimar e julgar que a Bíblia não é para você. Não! Apenas, respeite os tempos.

Se você está iniciando agora, não se preocupe em compreender coisas muito profundas ou conceitos teológicos complexos. Continue estudando e tendo paciência com o que não entendeu. Apenas, siga lendo e o entendimento virá gradualmente. Tenha paciência e você será recompensado.

#6 Se necessário use mais de uma versão da Bíblia

Já falei um pouco sobre as versões da Bíblia. Agora, só quero recomendar que você tenha uma Bíblia adequada para o seu nível. Os extremos são ruins: uma Bíblia muito básica impedirá você de enxergar detalhes importantes, mas, uma Bíblia muito avançada (ou arcaica) pode frustrar seus estudos.

Por isso, recomendo que se você realmente está sério no estudo da Bíblia, tenha três ou quatro versões diferentes e leia o mesmo texto em todas elas. Estude com diferentes versões e extraia o máximo que puder para tirar melhores conclusões.

Se puder, compre também um bom dicionário bíblico e pesquise os termos que você não compreender. Para facilitar, acesse algum dicionário bíblico online.

#7 Saiba onde você está e por onde começar

Como crianças recém-nascidas, desejem o genuíno leite espiritual, para que, por ele, lhes seja dado crescimento para a salvação…

1 Pedro 2:2

Saiba onde você está para saber por onde começar a ler. Sempre tem gente que me pergunta sobre por onde começar a ler a Bíblia. A resposta é: depende. Muitas pessoas cresceram escutando histórias Bíblicas, outras não tiveram nenhum contato com elas.

Primeiro, identifique em que situação você se encontra. Depois, defina um caminho que fará sentido para você. A seguir, compartilho algumas ideias interessantes.

Se você nunca teve contato com as histórias bíblicas ou se é um iniciante, recomendo que você inicie pelo Novo Testamento, com os Evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas e João.

Você vai perceber que os três primeiros Evangelhos são parecidos (Evangelhos Sinóticos). Isso porque eles contam a história de Cristo a partir de suas perspectivas.

Naturalmente, cada um tem seu estilo, mas há muitas semelhanças (já que se tratam dos mesmos acontecimentos narrados). Os Evangelhos contam quem é Jesus, a principal figura da Bíblia.

Logo depois, você encontra o livro de Atos que conta o início da Igreja Primitiva, que começou depois que Cristo ressuscitou. Se você quiser, poderá ler os cinco livros em sequência: Mateus, Marcos, Lucas, João e Atos.

Adiante, vêm alguns livros interessantes para você entender mais sobre a vida cristã. Como sou salvo? Como agir depois que fui salvo? Quais são os primeiros passos na fé? Os livros de Romanos a 2 Tessalonicenses podem ajudar nisso.

Com esses livros, você consegue ter uma visão básica do Evangelho e do início do cristianismo.

#8 Como ler o Antigo Testamento

Depois de ler os principais livros do Novo Testamento, você pode se dirigir ao Antigo Testamento, abrindo mais o leque de conhecimento.

Leia os livros históricos, iniciando em Gênesis e indo até Ester. Você aprenderá sobre o início do mundo, sobre os patriarcas, sobre Israel e sobre como Deus agia no mundo antigo.

Aos leitores com um pouco mais de experiência, recomendo ler os cinco primeiros livros (Gênesis a Deuteronômio) e depois ler o livro de Hebreus, no Novo Testamento. Algumas das histórias estão interligadas e você poderá aprender com a perspectiva de Hebreus sobre alguns acontecimentos antigos.

Quanto aos livros proféticos (Isaías a Malaquias), recomendamos apenas para quem tem mais experiência, contando com grande auxílio de informações históricas para entender o contexto.

#9 Conte com a ajuda de mestres

Como poderei entender, se ninguém me explicar? E convidou Filipe a subir e sentar-se ao seu lado.

Atos 8:31

Quando você se deparar com grandes dúvidas procure ajuda de pessoas mais experientes (o que pode incluir pastores, mestres, mentores, professores, teólogos entre outros). Não negligencie ajuda!

Quando tenho alguma dúvida bíblica, recorro a pessoas que possuem mais experiência do que eu. Não tenho palavras para expressar o quanto já aprendi e o quanto já economizei de tempo fazendo perguntas para quem sabia mais do que eu.

Veja o caso de Paulo. Ele só se tornou hábil na lei porque foi ensinado por uma pessoa mais experiente do que ele:

Fui instruído rigorosamente por Gamaliel na lei de nossos antepassados…

Atos 22:3

Se você frequenta uma igreja que têm grupos de estudo bíblico, envolva-se. Faça todos os cursos que sua igreja dispõe. Faça cursos online e participe dos seus grupos de apoio e mentoria.

Tem coisas na Bíblia que você só entende se tiver ajuda. Se é assim que Deus quis, que assim seja. Seja humilde e aprenda com os outros.

#10 Anotações estratégicas

Ao ler a Bíblia, use material de anotação. Se não entendeu algum ponto, anote. Se algo lhe chamou a atenção, anote. Apareceu alguma ideia de aplicação prática? Anote. Escreva tudo o que puder e fique meditando o dia inteiro nas anotações.

Já me ocorreu muitas vezes de eu ler uma passagem pela manhã e só compreendê-la à noite. Também já aconteceu de a compreensão só vir após alguns dias. Por isso, é importante ter um caderno e anotar tudo o que você julgar que vale a pena em uma espécie de diário.

Essas anotações serão muito úteis quando o Espírito quiser lhe lembrar de algo importante. Além disso, quem anota dificilmente esquece!

#11 Siga um plano de estudo

Se você se sente meio perdido na leitura bíblica, ou se lhe falta disciplina, siga um plano de estudo da Bíblia. Isso ajudará você a ter mais controle sobre suas leituras diárias.

Tem gente que começa a ler a Bíblia e depois de um tempo perde a organização e fica pulando para livros e capítulos diferentes, de forma aleatória. Tratam a Bíblia como as famosas “caixinhas de promessas”, tirando aleatoriamente um versículo para estudar. Isso não traz muitos frutos no aprendizado.

Apesar de a Bíblia ser um conjunto de livros, eles são coerentes entre si. Todos eles estão alinhados, portanto, há uma sequência lógica que pode ser seguida. Se você se organizar e for disciplinado poderá tirar grande proveito disso.

Não estude de forma aleatória e não tire textos do contexto. Se você ainda não tem experiência para decidir sobre um método de leitura, siga alguns dos planos de leitura disponíveis na internet.

#12 Finalize orando

Com o mesmo temor e cuidado que você iniciou a leitura, também é importante você encerrar o estudo com oração. Aqui no artigo, recomendei que você tivesse humildade, paciência e se deixasse ser guiado pelo Espírito. Ao finalizar seu período de leitura não será diferente.

Agradeça a Deus por ter acesso à palavra Dele e peça para Ele falar com você acerca das coisas que você estudou. Peça sabedoria e revelação para você compreender e aplicar os ensinamentos em sua vida. Deus não quer que você aprenda só teoria, mas também que você pratique e obedeça aos mandamentos. A leitura bíblica precisa transformar não só sua mente, mas sua vida prática (Lc 6:46).

Cuidados finais

Cuidados com a Bíblia

Aqueles que leem a Bíblia literalmente podem pensar que, quando Cristo nos disse para sermos como as pombas, ele quis dizer que era para botarmos ovos.

CS Lewis

Antes de me despedir, quero deixar alguns alertas. Não leia a Bíblia como se fosse um livro literal e não se apegue a detalhes científicos e históricos. A Bíblia não se propõe a ser um livro científico ou histórico.

Os livros proféticos do Antigo Testamento e o livro do Apocalipse podem ser bastante difíceis de entender. Contudo, não se preocupe. Mesmo os conhecedores mais habilidosos da Bíblia têm dificuldades com esses livros. Não por menos, há tantos debates teológicos.

Quanto aos livros mais complexos, só os leia em etapas mais avançadas da fé. Tais livros exigem muita experiência bíblica.

Alguns exemplos:

  • Cântico dos Cânticos: poemas sobre o valor do amor entre um homem e uma mulher. O sentido e o propósito do Cântico dos Cânticos é tema de muitos debates. O rabino Saadia Gaon, comentador judeu medieval, equiparou o livro a “fechaduras cujas chaves se perderam”.
  • Eclesiastes: reflexões sobre a futilidade da vida sem Deus.
  • Jó: um livro fantástico que explora questões difíceis sobre o sofrimento (sem conclusões fáceis).

O que achou do artigo? Se gostou, deixe um comentário. Tem uma dúvida? Deixe um comentário.

Que Deus lhe abençoe e ilumine suas leituras!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no print
Imprimir

DESCUBRA O QUE A BÍBLIA FALA SOBRE SEPARAÇÃO E DIVÓRCIO

Livro gratuito por tempo limitado. Aproveite e baixe agora!

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo