Como praticar o Acorde Turbinado Fechado | Dica de Teclado #11

Fala tecladista! Aqui é a Raquel Xavier, do Aprenda Piano, e hoje vamos falar sobre como praticar o acorde menor turbinado fechado.
Estamos acompanhando a série Dica de Teclado, do Ramon, com novos conteúdos todos os dias.
Então fique a vontade e, como a maioria, eu gosto muito de assuntos práticos como é o caso hoje.
Se você ainda não leu nosso artigo falando mais sobre o acorde menor turbinado fechado, clique aqui para ler.

Livro revolucionário sobre como aprender teclado agora é gratuito!

Pegue o seu clicando aqui!

O ACORDE MENOR TURBINADO FECHADO

Aqui vou apenas refrescar a sua memória sobre o que é esse acorde e quais as características dele.
Veja a formação do acorde menor turbinado:

1  – 5  – b7 –  9 – b10 –  11

Ao aplicar estes graus na tonalidade de dó, o acorde ficará com as seguintes notas:


Ah, lembrando que:

  • A 9ª (nona) também pode ser um 2º (segundo grau)
  • O b10 (décima bemol) também pode ser b3 (terça bemol)
  • E o 11ª (décima primeira) também pode ser o 4º (quarto grau),

Teoricamente existem diferença entre estes graus, tais como a região, mas na prática fica mais fácil na hora de formar o acorde menor turbinado.

COMO PRATICAR?

Agora vamos a algumas maneiras e formas de praticar este acorde para que você comece a ter domínio sobre ele!
Veja abaixo a bateria de exercícios recomendados:

  • Movimento de meio-tom
  • Movimento de tom
  • Movimento em ciclo de quartas

Vamos ver cada um deles!

1.  MOVIMENTO DE MEIO – TOM

Aqui vamos fazer os acordes um após o outro em intervalos de meio-tom.
Por exemplo, começando com o acorde de Cm, meio-tom acima vem o acorde de C#m, mais meio-tom Dm e assim por diante.
Esse é um movimento ascendente, ou seja, estamos nos movimentando “para cima”, do grave para o agudo.
Os acordes de uma oitava ascendente seguem essa ordem:

Cm – C#m – Dm – D#m – Em – Fm – F#m – Gm – G#m – Am – A#m – Bm

Outra maneira de praticar os exercícios, é fazer no sentido contrário, ao invés de “subir”, vamos “descer”.
Começando pelo acorde de Cm, meio-tom abaixo temos Bm, menos meio-tom A#m, e assim por diante.
Este é o movimento descendente, ou seja, a movimentação é “para baixo”, do agudo para o grave.

Cm – Bm – A#m – Am – G#m – Gm – F#m – Fm – Em – D#m – Dm – C#m

Dedique um bom tempo para cada um destes movimentos!

2. MOVIMENTO DE TOM

Aqui vamos nos movimentar em intervalos de 1 tom.
Vamos ter dois pontos de partida, o primeiro começando em dó e terminando em dó.
Primeiro acorde será Cm e aumentando um tom chegamos no acorde Dm, depois mais um tom Em e assim vai. Veja como ficaria a sequência de dó a dó:

Cm – Dm – Em – F#m – G#m – A#m – Cm

Perceba que neste tipo de movimento não tocamos todos os acordes, então agora faremos a mesma coisa mas começando do acorde de C#m. Veja como fica:

C#m – D#m – Fm – Gm – Am – Bm – C#m

Aqui já encontramos alguns acordes que não tinham aparecido anteriormente, então para o exercício ser completo precisamos começar pelo dó, depois pelo dó# e assim por diante.

3. MOVIMENTO EM CICLO DE QUARTAS

Finalizando nossos movimentos, chegamos ao ciclo de quartas.
Uma quarta é um intervalo composto por dois tons e meio. O ciclo de quartas vai se movimentando de 2 tons e meio em 2 tons e meio.
Meio confuso não? Mas vou te mostrar certinho agora!
Começando pelo Cm, agora o próximo acorde a ser tocado será o Fm que está a dois tons e meio de acima de dó. Depois de fá o próximo acorde será o de Bbm, que está a dois tons e meio de fá, e assim vai…
Veja como ficaria a sequência de acordes no ciclo de quartas:

Cm – Fm – Bbm – Ebm – Abm – C#m – F#m – Bm – Em – Am – Dm – Gm – Cm

Sei que no início este exercício vai exigir um pouco mais de você, principalmente se ainda não tem contato com o ciclo de quartas. Mas fique tranquilo, com o tempo se torna BEM mais fácil.
Assim que dominar este exercício tente fazê-lo “ao contrário”. 😉

Aprendizado acelerado no teclado? Este livro revela o segredo

Garanta já o seu!

CONCLUINDO

Agora é só praticar, não deixe essa oportunidade de chegar em um outro nível passar!
Dedique tempo para cada uma das movimentações e não esqueça de inverter as mãos para exercitar também a mão esquerda, certo?
Para mais aulas e conteúdos sobre música, teclado e piano:

Faça o download grátis do livro “COMO TOCAR TECLADO BEM”.
Um abraço e até a próxima,
Raquel Xavier

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

VAMOS APRENDER TECLADO DE FORMA EMPOLGANTE?

Destrave o seu talento musical com este guia completo!

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Ramon Tessmann

Desde o início de sua trajetória, Ramon se mostrou inconformado com seu aprendizado musical. Começou sua carreira em 1991 e alcançou crescente notoriedade através de sua escola Aprenda Piano, que conta hoje com mais de 20 mil alunos em 17 países. Depois de longos anos, sua busca incessante originou um método de ensino musical de alto resultado que ele compartilha no treinamento Extraordinários.