Como formar a Escala Menor de Lá sustenido?

Como formar a Escala Menor de Lá sustenido?
Fala tecladista! Tudo bem? Aqui quem fala é o Augusto Canarin, do Aprenda Piano e no artigo de hoje nós vamos estudar especificamente a escala menor de lá sustenido.
Essa é uma das escalas mais incomuns entre as menores porém é sempre muito importante aprender novos conteúdos, pois em algum momento podemos precisar desse conhecimento.
Essas escalas são sempre deixadas de lado pela maioria dos músicos, pois eles acreditam que é necessário apenas estudar as escalas maiores.
Esse é um dos maiores erros que nós músicos cometemos! Acreditar que não é importante aprender outros tipos de conteúdos, ficando preso sempre ao básico.
Vamos mudar esse conceito agora mesmo, estudando a escala menor de lá sustenido!

FORMAÇÃO DAS ESCALAS MENORES

Nessa primeira parte, vamos estudar como montar as escalas menores através de uma regra fundamental.
Antes de aprender qualquer coisa sobre uma escala específica, você precisa entender como ela se comporta e por que motivos ela segue uma certa ordem de notas.
Podemos citar alguns exemplos e comparar com a regra de formação das escalas menores.
Por exemplo, quando você vai ao mercado, como você sabe aquilo que precisa comprar?
Você segue uma lista que contém todas as informações, certo?
E quando você vai para a cozinha preparar algo, como você sabe quais ingredientes utilizar e a proporção de cada um?
Por meio de uma uma lista com todas as informações, conhecida como receita.
Então, seguindo uma receita, uma lista, você consegue seguir passo a passo aquilo que deve ser feito.
Se tratando de escalas, e especificamente das escalas menores, acontece o mesmo.
Existe uma receita que forma cada uma delas, e o mais incrível de tudo isso, é que essa receita funciona em todas as 12 tonalidades.
Sim, com a mesma sequência você consegue montar a escala da tonalidade que você quiser.

SEQUÊNCIA: ESCALAS MENORES

Com as escalas menores, a sequência segue uma determinada ordem de intervalos.
Nós temos na música, principalmente no Mundo das teclas, intervalos de tom e semitom.

  • TOM = Duas Teclas
  • SEMITOM = Uma tecla

E a partir desses intervalos, é possível construir as famosas escalas menores.
Escalas Menores:

TOM – SEMITOM – TOM – TOM – SEMITOM – TOM – TOM

Agora basta você escolher qualquer nota, e seguir a sequência para encontrar todas as outras notas da escala.
Por exemplo, você está na própria nota de lá sustenido.
A partir da segunda nota você já começa a seguir os intervalos.
Então a segunda nota da sua escala já deverá ser um tom acima de lá sustenido.
Assim você vai encontrando as notas e formando a sua escala!

NOTA POR NOTA

Ficou com vontade agora de descobrir todas as notas que pertencem a escala menor de lá sustenido?
Vamos juntos descobrir nota por nota da nossa escala, seguindo a sequência ensinada acima.
Então nossa primeira nota da escala obviamente é: lá sustenido.
Para encontrar nossa segunda nota da escala, já devemos utilizar a nossa sequência de intervalos.
Ela deve ser um tom acima de lá sustenido, portanto nossa segunda nota da escala é a nota si sustenido. Mas para ficar mais fácil a associação nas teclas você pode pensar que, na prática, si sustenido está na mesma tecla que a nota dó.
Para a nossa terceira nota, precisamos agora aumentar meio tom (semitom).
Como estamos em si sustenido (dó), aumentando um semitom temos a nota dó sustenido como nossa terceira nota.
Após aumentar um semitom, nós temos agora dois tons, um seguido do outro, para que possamos descobrir a quarta e quinta nota da nossa escala.
Partindo de dó sustenido e aumentando um tom, temos ré sustenido como quarta nota.
Aumentando mais um tom, vamos de ré sustenido para a nota mi sustenido, completando até o momento 5 notas de 8.
PS: Aqui também, para ficar mais fácil a associação pense que a nota mi sustenido está na mesma tecla que a nota fá.
Precisamos agora aumentar novamente um semitom. Estando em fá, e aumentando meio tom, vamos para a nota fá sustenido.
Faltam apenas duas notas!
Mais uma vez, temos dois tons em sequência.
Subindo um tom a partir de fá sustenido, vamos para sol sustenido.
Mais um tom acima, chegamos novamente até a nota de lá sustenido, uma oitava acima, completando a nossa escala.
Juntando todas as 8 notas em ordem, temos:

Lá# – Si# – Dó# – Ré# – Mi# – Fá# – Sol# – Lá#

Essa é a famosa escala menor de lá sustenido!
E como será que ela fica, diretamente no piano? Vamos descobrir?

ESCALA MENOR DE LÁ SUSTENIDO

Primeiramente, veja qual a localização da nota fundamental lá sustenido:

Agora que você já entendeu onde está localizada a nota principal, falta apenas localizar as outras 7 notas.
Veja então, como fica a escala menor de lá sustenido direto no piano/teclado:

Dessa forma que a nossa escala menor de hoje se comporta no instrumento.
Fica muito mais fácil agora para você, utilizar essa escala quando necessário.
Agora sim você pode dizer que sabe como formar e quais as notas da escala menor de lá sustenido.

FINALIZANDO

E aí tecladista, conseguiu entender e aprende como formar a nossa escala menor na tonalidade de lá sustenido?
É muito mais fácil, por meio da técnica que nós utilizamos aqui.
Então, por hoje é isso.
Espero que você tenha gostado e acima de tudo, aprendido sobre o assunto.
Um forte abraço e bons estudos!
Augusto Canarin

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

VAMOS APRENDER TECLADO DE FORMA EMPOLGANTE?

Destrave o seu talento musical com este guia completo!

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Ramon Tessmann

Desde o início de sua trajetória, Ramon se mostrou inconformado com seu aprendizado musical. Começou sua carreira em 1991 e alcançou crescente notoriedade através de sua escola Aprenda Piano, que conta hoje com mais de 20 mil alunos em 17 países. Depois de longos anos, sua busca incessante originou um método de ensino musical de alto resultado que ele compartilha no treinamento Extraordinários.