As belíssimas tensões do Acorde 1 | Dica de Teclado #58

Fala tecladista! Aqui é a Raquel Xavier, do Aprenda Piano, para a Dica de Teclado #58. E hoje iremos falar sobre as possíveis notas de tensão do acorde I.
O acorde I é um acorde muito importante no campo harmônico, ele é a tônica. Para entender melhor, você também pode pensar como se ele fosse a base para uma tonalidade.
Hoje a gente vai falar sobre algumas notas que podemos acrescentar ao acorde I, deixando ele mais sofisticado e com uma sonoridade mais completa.
Vamos lá então!

Como se tornar um melhor tecladista em 10 passos?

Descubra agora

 

O ACORDE I

Bom o acorde I é o primeiro acorde do campo harmônico.
Por exemplo, se estivermos no campo harmônico de dó maior, se tratando de tétrades, o acorde será o C7M.
Porque C7M?
Primeiro temos os graus da tríade de C, com os graus: 1°, 3° e 5°. As notas: dó, mi e sol.
Segundo, acrescentamos a sétima maior, que será a nota si. Tornando o acorde I uma tétrade, composta por 4 notas, com os graus: 1°, 3°, 5° e 7°.
Essas são as notas do acorde: dó, mi, sol e si.
Veja no teclado:

Agora vamos ver quais graus e notas serão acrescentadas ao acorde I.
PS: Hoje iremos utilizar o acorde de C7M como exemplo para que fique mais fácil a assimilação do conteúdo. 😉

GRAUS E NOTAS DE TENSÃO

Em uma escala maior nós temos 8 graus, certo?
Veja, na escala de dó maior:

dó – ré – mi – fá – sol – lá – si – dó

1  – 2  – 3 –  4 – 5 –  6 – 7 – 8

Perceba que 4 destes graus nós já estamos usando no acorde I, e tem mais o 8° grau que é a tônica uma oitava acima. Então 5 graus já “descartamos”.
Veja eles em negrito:

– ré – mi – fá – sol – lá – si

1  – 2  – 3  – 4  – 5  – 6  – 7  – 8

As notas que temos “sobrando” são as dos graus 2, 4 e 6, ou seja, ré, fá e lá.
Se transportarmos estes graus uma oitava acima teremos os graus 9 (nona), 11 (décima primeira) e 13 (décima terceira)
Por exemplo, veja no teclado o acorde de C7M na região central e as notas de tensão logo depois do acorde.

Basicamente, temos a 9º (2º grau), a 4º e a 6º (13º) graus.

  • Cmaj7/9
  • Cmaj7/9/13.

No caso do 4º grau a gente vai evitar usar, porque o acorde com o quarto grau gera um trítono, de alta tensão, e o acorde I é um acorde de repouso.
Por exemplo no acorde C7M o trítono estaria entre a nota si e a nota fá (4° grau ou 11° grau).

Então, não soaria bem. No mais, você pode fazer várias combinações legais com as sextas, sétimas e nonas no acorde I.

VARIAÇÕES DO ACORDE I COM TENSÃO

Bom, aqui vou basicamente te mostrar algumas possibilidade de montagem do acorde I, com as notas de tensão.
Como já havia dito antes, o C7M servirá como exemplo.

  • Cmaj7/13

  • Cmaj7/9/13

  • Cmaj7/9/13


Experimente tocar estas três formas e sinta como o acorde I vai soar.

FINALIZANDO

Legal né? Agora que você já sabe como encontrar as tensões dos acordes I, é só começar a aplicar em outras tonalidades.
Fica aí uma sugestão para você iniciar os estudos: tente montar o acorde I com notas de tensão na tonalidade de G (sol maior) e D (ré maior). Lançado o desafio!
Se você tem alguma dúvida, ou conseguiu cumprir o nosso desafio, deixe um comentário!
Para mais aulas e conteúdos sobre música, teclado e piano:

Faça o download grátis do livro “COMO TOCAR TECLADO BEM”.
Um abraço e até a próxima,
Raquel Xavier

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

VAMOS APRENDER TECLADO DE FORMA EMPOLGANTE?

Destrave o seu talento musical com este guia completo!

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Ramon Tessmann

Desde o início de sua trajetória, Ramon se mostrou inconformado com seu aprendizado musical. Começou sua carreira em 1991 e alcançou crescente notoriedade através de sua escola Aprenda Piano, que conta hoje com mais de 20 mil alunos em 17 países. Depois de longos anos, sua busca incessante originou um método de ensino musical de alto resultado que ele compartilha no treinamento Extraordinários.