Usando e abusando da Tríade Aumentada | Dica de Teclado #18

Fala tecladista! Aqui é a Raquel Xavier, do Aprenda Piano, e hoje é dia de nós usarmos e abusarmos da tríade aumentada.
Eu sei que já falamos aqui sobre a tríade aumentada, sua formação e tudo mais, porém hoje nós vamos falar sobre como usar a tríade aumentada.
Isso é ótimo porque na maioria das vezes que aprendemos algo, parece ser muito difícil colocar o assunto em prática.
Está pronto para sair da teoria e enfrentar a prática? Vamos lá!

Como tocar piano – o guia completo. Faça o download grátis hoje.

Clique aqui para baixar!

A FORMAÇÃO DA TRÍADE AUMENTADA

Antes de colocarmos o assunto em prática, vamos relembrar como formar a tríade aumentada.
Caso você queira se aprofundar no tema, clique aqui.
A tríade aumentada é formada por dois intervalos de 3M (terça maior), isso faz com que o 5° grau do acorde seja aumentado.
Por exemplo: uma tríade maior é formada pelos graus 1, 3 e 5. Já a tríade aumentada irá aumentar meio-tom do 5° grau. Veja:

1  – 3  – #5

Aplicando estes graus na tonalidade de dó, as notas ficam assim:

dó – mi – sol#

Uma maneira fácil de encontrar a tríade aumentada é elevar meio-tom da última nota da tríade maior.
Veja um exemplo rápido. Eu vou colocar aqui embaixo primeiro uma tríade maior e depois a tríade aumentada.

  • Tríade Maior de Fá: fá – lá – dó
  • Tríade Aumentada de Fá: fá – lá – dó#

Assim concluímos a ideia de formação da tríade aumentada.

A PROGRESSÃO II – V – I

Essa progressão é muito utilizada para encaixar a tríade aumentada.
Esses algarismos romanos II – V – I, são graus do campo harmônico, para que possa localizar com mais facilidade.
Vamos entender com o exemplo do campo harmônico de Fá (F):

F – Gm – Am – Bb – C – Dm – Em(-5) – F

Analisando o campo harmônico, o grau II (2º) será o acorde de Gm, e podemos adicionar a sétima também: Gm7.
O grau V (5º) será o quinto acorde do campo harmônico. Acrescentando também a sétima, o acorde ficará assim: C7.
Lembrando que o 5° grau tem a função de dominante no campo harmônico.
Próximo grau é o I (1), que é o primeiro acorde do campo harmônico, também conhecido com tônica: F.
Também vamos acrescentar aqui a sétima, mas neste caso a sétima é maior: Fmaj ou F7+.
Juntando todos os acordes:

Gm7 – C7 – Fmaj7

INCLUINDO A TRÍADE AUMENTADA NA PROGRESSÃO

Basicamente, a tríade aumentada funciona como base para um acorde dominante.
Com isso podemos assim substituir um acorde dominante pela tríade aumentada.
Então sempre que encontrar um acorde dominante, você pode experimentar trocá-lo por uma tríade diminuta.
Na progressão acima, vamos substituir o C7 pelo C(5#). Assim:

Gm7 –  C(5#) – Fmaj7

Toque esta progressão e sinta a tensão que acontece quando você utiliza a tríade diminuta.
Vamos um pouco mais além e adicionar a sétima junto ao acorde. 
Obs: A partir de agora não teremos mais uma tríade (três notas) e sim uma tétrade (quatro notas).
Agora veja como ficaria o acorde com a sétima: C7(5#).
No teclado:

Destrave seu aprendizado no teclado com este livro gratuito

Faça o download clicando aqui!

CONCLUINDO

Particularmente, eu gosto muito da tensão que a tríade aumentada causa aos ouvidos e indico você a utiliza-lo nas suas músicas.
Para mais aulas e conteúdos sobre música, teclado e piano:

Faça o download grátis do livro “COMO TOCAR TECLADO BEM”.
Um forte abraço e até a próxima,
Raquel Xavier

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

VAMOS APRENDER TECLADO DE FORMA EMPOLGANTE?

Destrave o seu talento musical com este guia completo!

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Ramon Tessmann

Desde o início de sua trajetória, Ramon se mostrou inconformado com seu aprendizado musical. Começou sua carreira em 1991 e alcançou crescente notoriedade através de sua escola Aprenda Piano, que conta hoje com mais de 20 mil alunos em 17 países. Depois de longos anos, sua busca incessante originou um método de ensino musical de alto resultado que ele compartilha no treinamento Extraordinários.